COMO O ESPIRITISMO COMPROVA A EXISTÊNCIA DO ESPÍRITO




Os filósofos gregos já afirmavam a existência da alma. A comunicação com o invisível está relatada na história antiga e nos textos bíblicos. Mas a existência do Espírito, sua individualidade e suas comunicações são comprovadas pelo Espiritismo com base no raciocínio e na observação dos fatos.

Em várias partes do mundo aconteceram fenômenos sem uma causa conhecida, como ruídos, pancadas, movimento de objetos e mesas girantes, o que chamou a atenção do educador e pesquisador científico Allan Kardec por volta de 1854, na França.

Com uma observação rigorosa, ele percebeu que havia coerência naqueles acontecimentos, chegando à famosa conclusão de que “todo efeito inteligente tem uma causa inteligente”.

Allan Kardec comprovou que a inteligência que dirigia os fenômenos não vinha das mesas, dos objetos, nem dos médiuns. A própria inteligência comunicou que era um Espírito, ou seja, o ser humano liberto do corpo. [1]

As incontáveis cartas psicografadas por Chico Xavier são hoje as maiores provas da existência do Espírito. Elas foram ditadas por pessoas desencarnadas para dar notícias e confortar seus familiares de que o Espírito existe e sobrevive após a morte do corpo.


_____________________________


[1] Allan Kardec, “O que é Espiritismo?”.

Posts Em Destaque
Posts Recentes