“PROBLEMAS”: POR QUE ELES EXISTEM E COMO ENCARÁ-LOS?

Não existe ninguém no mundo que nunca tenha passado por uma situação difícil. Para alguns pode ser a falta da saúde, para outros a falta de dinheiro, o desencarne de um ente querido, as dificuldades de relacionamento, entre tantas outras causas que são chamadas de “problemas”. Quando desencarnados, aprendemos as lições morais na forma didática. Através das experiências vividas na Terra é que temos a chance de colocar em prática todos esses ensinamentos. Por isso, as experiências não devem ser encaradas como “problemas” e sim como provas. As provas são oportunidades concedidas por Deus para o nosso aperfeiçoamento, para os acertos e até mesmo para colher o que já plantamos em vidas passadas.

AURÉLIO AGOSTINHO (SANTO AGOSTINHO)

Aurélio Agostinho, mais conhecido como Agostinho de Hipona, trabalhou na divulgação e ensinamento do bem. Depois de seu desencarne foi um dos espíritos que participou do livro O Evangelho Segundo o Espiritismo, em diversos capítulos. Nasceu no dia 13 de novembro do ano 354, em Tagaste, uma cidade do Norte da África. Desde criança teve conflito de religião por seu pai ser pagão e sua mãe cristã. Sua mãe sempre o ensinava as leis de Deus, mas Agostinho não dava muita atenção. Aos dezessete anos mudou-se para Cartago, a fim de estudar retórica, e lá conheceu uma cartaginense com quem manteve um relacionamento por mais de treze anos. O casal teve um filho chamado Adeodato. Em 383 foi morar em Ro

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Procurar por tags

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram