BERTHE FROPO


Fiel às obras escritas por Allan Kardec, Berthe Fropo foi a amiga responsável por denunciar as alterações que vinham sendo praticadas no movimento espírita francês, após o desencarne do codificador, Kardec.

Filha de Honoré Louis Thierry de Maugras e Frederika Rowenhagen, nasceu em Sarreguemines, França, em 4 de outubro de 1821, recebendo o nome Berthe Victoire Alexandrine Thierry de Maugras. Possuia dois irmãos mais velhos, Henri e Louise, e uma irmã mais nova, Camille.

Devido à profissão militar de seu pai, mudou diversas vezes de cidade, porém, não deixou de receber a mais valiosa educação.

O sobrenome Fropo adquiriu ao se casar com o médico militar Augustin-Joseph Fropo em 01 de setembro de 1846. Após residir alguns anos na Argélia, o casal se instala definitivamente em Paris.

Enquanto o marido se dedicava à sua profissão, Berthe iniciou seu trabalho em atividades humanitárias.

Vizinha de Allan Kardec tornou-se espírita atuante e, após o desencarne de Kardec, foi a amiga que amparou Améllie Boudet, esposa do codificador.

Em 24/12/1882 foi eleita vice presidente da União Espírita Francesa, entidade criada para dar continuidade às obras de Kardec.

Além de diversos artigos que publicou no jornal “O Espiritismo”, lançado pela União Espírita Francesa, Berthe Fropo lançou a obra “Beaucoup de Lumiére”, traduzida para o português como “Muita Luz”. O livro foi publicado em Paris no ano de 1884.

Nele, podemos encontrar informações sobre o movimento espírita francês, bem como pistas sobre as adulterações que vinham sendo praticadas nas obras de Kardec, por Pierre Gaetan Leymarie, principalmente no livro “A Gênese”.

Segundo Berthe Fropo, Leymarie havia sido nomeado como mandatário responsável por administrar os bens e obras deixadas por Kardec após seu desencarne, mas acabou por afastar a influência da viúva de Kardec e começou a agir segundo seus interesses pessoais.

Apesar de ter ficado por longo tempo no esquecimento, arquivado na Biblioteca Nacional da França, o exemplar veio a público quando o acervo foi digitalizado e disponibilizado através da internet. Com essa divulgação, a obra passou a ser pesquisada por estudiosos espíritas, enriquecendo a história do espiritismo.

Berthe Fropo desencarnou em 9 de novembro de 1898, em sua casa em Paris.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram