VERDADE QUE FERE E MENTIRA QUE CONSOLA


Interagir nos grupos a que pertencemos significa se comunicar, e na comunicação ou falamos a verdade ou falamos a mentira.

Vários podem ser os motivos que nos levam a mentir, até mesmo querer ser cordial ou evitar aborrecer outras pessoas. Mas seria legal mentir para que a outra pessoa não fique chateada?

A mentira, mesmo a mentira que consola, faz a outra pessoa interpretar que tudo vai bem, e que, portanto, nada precisa ser reformado. É como se lhe tirassem o direito ao raciocínio, fazendo-a estagnar em seu processo evolutivo.

Jesus ensinou que somente a verdade pode nos libertar dos sofrimentos[if !supportFootnotes][1][endif]. A verdade nos permite conhecer a realidade e raciocinar as soluções que realmente cabem nas questões que a vida nos apresenta, superando obstáculos e seguindo em frente.

Mesmo que cause desconforto, a verdade não é ruim. Embora nem sempre seja aceita pela outra pessoa, por despertar-lhe a consciência e solicitar-lhe a reforma, é nosso dever moral não faltar com a verdade. Ela deve ser dita sempre.

Mas a verdade só resultará no bem se formos cuidadosos. Primeiro, quanto ao modo de revelar a verdade, recordando outra lição de Jesus: a de sermos brandos e pacíficos[if !supportFootnotes][2][endif]. É preciso moderação, mansuetude, afabilidade e paciência.

Depois, precisamos tomar cuidado com a dose de verdade que cada um já consegue suportar. Para isso precisamos ter sensibilidade, compreensão e compaixão. Tal como nós, cada um tem uma capacidade relativa de compreender o que lhe diz respeito. A verdade deve ser dita na medida certa, se necessário em doses homeopáticas.

Esses cuidados são muito importantes para que a verdade não fira, deixando de ser um bem. A verdade que fere é pior que a mentira que consola, porque é uma causa de desequilíbrio e sofrimento para a outra pessoa, muitas vezes de longa e difícil recuperação.

A verdade deve ser dita com naturalidade, sem excessos de emoção ou informação. Jesus ensinou que o nosso falar deve ser “sim, sim; não, não”, e o que passa disso é prejudicial.[if !supportFootnotes][3][endif]

Sábias são as palavras uma vez psicografadas por Chico Xavier: “no mundo, a fórmula para se encontrar a felicidade, com esplendor, é uma gota de verdade, dentro de um litro de amor”.

[if !supportFootnotes]

[if !supportFootnotes][1][endif] João, cap. 8, versículo 32;

[if !supportFootnotes][2][endif] Mateus, cap. 5, versículo 5. O Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 9;

[if !supportFootnotes][3][endif] Mateus, cap. 5, versículo 37;

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram