O CIENTISTA QUE REVELOU UMA NOVA DOUTRINA


Quando pensamos na doutrina espírita, devemos lembrar que toda sua base foi descoberta por Allan Kardec com o auxílio dos espíritos, mas, afinal, Kardec era médium ou apenas codificador?

Tudo começou por volta de 1855 quando o cientista, professor e filósofo Allan Kardec, questionando as manifestações dos espíritos, resolveu pesquisar e frequentar reuniões mediúnicas nas quais as pessoas realizavam perguntas aos médiuns ali presentes e através da psicografia, todas as questões eram respondidas.

Depois de uma série de questões feitas a diferentes médiuns, Kardec através de estudos científicos consegue compreender e comprovar que a morte não existe e sim o final do corpo, onde o espírito continua vivo. As respostas obtidas para essas questões eram realmente fornecidas por espíritos, sem nenhuma interferência dos médiuns.

Aos poucos foi reunindo e organizando todas as suas notas e com essas informações conseguiu estruturar O Livro dos Espíritos.

No ano de 1858, Kardec a pedido do amigo espiritual conhecido como Espírito da Verdade começou a elaborar a edição mensal da Revista Espírita com o objetivo de divulgar ainda mais essa nova doutrina.

Sua imparcialidade como cientista e pesquisador foi fundamental para garantir credibilidade à doutrina. Sob a influência inconsciente dos espíritos, ele escreveu à mão a Revista Espírita, as obras básicas da doutrina e ainda respondia muitas cartas relacionadas a dúvidas, críticas e comentários sobre o espiritismo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram