HUMBERTO DE CAMPOS


Humberto de Campos Veras nasceu no dia 25 de outubro de 1886 em Miritiba, Marranhão. Quando tinha 6 anos seu pai desencarna, o que o leva a se mudar para São Luís, onde começou a trabalhar no comércio local para auxiliar no sustento da família.

Aos 17 anos passou a morar no Pará, conseguindo um lugar de colaborador e redator da Folha do Norte e, pouco depois, da Província do Pará. Em 1910 publicou seu primeiro livro de versos, intitulado "Poeira" (1.ª série), que lhe dá razoável reconhecimento.

Dois anos depois mudou-se para o Rio de Janeiro, onde prosseguiu sua carreira jornalística e passou a ganhar destaque no meio literário da Capital Federal. Começou a trabalhar no jornal "O Imparcial" e se tornou cada vez mais conhecido em âmbito nacional por suas crônicas, publicadas em diversos jornais do Rio de Janeiro, São Paulo e outras capitais brasileiras, inclusive sob o pseudônimo "Conselheiro XX".

Em 1919 entrou na Academia Brasileira de Letras, assumindo a cadeira n.º 20. Um ano depois ingressou na política, elegendo-se deputado federal pelo seu Estado natal, porém, depois de um tempo, teve que sair da política e passou a ser inspetor de ensino.

Autodidata e poeta, Humberto de Campos desencarnou no dia 05 de dezembro de 1934, no Rio de Janeiro.

Após um ano da morte de Humberto de Campos, Chico Xavier começa a psicografar as primeiras páginas do texto intitulado "A Palavra dos Mortos". A fim de evitar problemas de direitos autorais, Humberto de Campos pede para que Chico Xavier assine com o pseudônimo de Irmão X. Escreveu 12 livros psicografados por Chico, dentre os quais temos "Crônicas de Além-Túmulo", "Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho", "Boa Nova", "Novas Mensagens", "Luz Acima", "Contos e Apólogos" entre outros. Desde então prosseguiu nesta missão de esclarecimento, em páginas organizadas em várias obras mediúnicas.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram