CHICO XAVIER


Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier, nasceu em Pedro Leopoldo, Minas Gerais, no dia 02 de Abril de 1910.

No ano de 1918 se matriculou em um grupo escolar, tendo completado apenas o curso primário. Estudava pequena parte do dia e trabalhava numa fábrica de tecidos das 15h às 02h da manhã.

Em 1927 uma de suas irmãs sofreu de obsessão e a medicina na época não sabia explicar o que lhe acontecia. Foi então que sua família decidiu solicitar o auxílio de alguns espíritas da cidade para compreender o ocorrido. Em seguida Chico e sua família receberam uma carta psicografada de sua mãe, lhes trazendo alguns conselhos. Mediante este fato, Chico se entregou totalmente ao espiritismo.

Logo após, começou a se reunir com algumas pessoas para estudo da doutrina, fundando o centro espírita Luiz Gonzaga. Foi nessas reuniões que Chico se desenvolveu como médium escrevente, mecânico e semi mecânico. Desde sua infância já tinha contato com os espíritos, mas foram nessas reuniões que Emmanuel começou a se manifestar como o seu mentor espiritual, dando início à escrita de centenas de livros juntos, bem como com outros espíritos benfeitores.

Em 1975 foi aberto o Grupo Espírita da Prece de Chico Xavier, no qual trabalhou com muita disciplina, amor, bondade, caridade, e sempre se dedicando ao máximo no auxílio ao próximo.

Dos quatro empregos que teve trabalhou por 32 anos na Escola Modelo do Ministério da Agricultura, em Pedro Leopoldo e Uberaba. Aposentou-se como datilógrafo subordinado ao Ministério da Agricultura.

Nunca pegava para si os presentes que ganhava como médium ou os direitos autorais de seus livros. Desfazia-se educadamente de tudo, doando às federativas espíritas e a instituições assistenciais beneficentes.

Foi reconhecido por ser o maior médium psicógrafo de todos os tempos, psicografando mais de 10 mil cartas de entes queridos para seus familiares e por ser um dos mais destacados escritores brasileiros pela sua mediunidade, escrevendo 451 livros, 39 sendo publicados após a sua morte.

Dedicou mais de 70 anos de sua vida à obra espiritual e assistencial, sendo um verdadeiro exemplo vivo de cidadania e amor ao próximo. Aos seus 92 anos, Chico Xavier desencarna em Uberaba, Minas Gerais, no dia 30 de junho de 2002, nos deixando diversos ensinamentos.

Este é um resumo de sua vida, mas Chico realizou muitas outras obras. Como consta na introdução do filme Chico Xavier: “A história de um homem não cabe num filme. Não há como dar o devido peso a cada ano vivido nem como incluir cada evento e cada pessoa que fizeram parte de uma vida inteira. O que se pode é ser fiel aos acontecimentos e à essência de sua trajetória.”

Mais Informações entre no site http://www.chicoxavieruberaba.com.br/biografia.html e na introdução do livro Parnaso de Além Túmulo.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram