Capítulo 14 – Honrai a vosso pai e a vossa mãe


Honrar pai e mãe é um dever, espontâneo como a caridade. Não podemos esquecer que graças a união desses dois seres tivemos a oportunidade de encarnar na vida física.

Os pais quando amam não cobram as noites que ficaram sem dormir e nem todos os cuidados que tiveram com os filhos sempre que preciso.


É bem verdade que em alguns casos não compreendem a responsabilidade que têm para com os filhos, não são afetuosos, mas cabe a eles a própria causa e efeito. A lei de caridade ensina a devolver o mal com o bem, deixar de honra-los não é só falta de caridade, mas também ingratidão.

Viemos na Terra para viver e evoluir em contato uns com os outros sendo a família sanguínea o primeiro modelo de grupo que participamos. Os pais não criaram o espirito de seus filhos, geraram somente o corpo, mas tem como dever ajudar no desenvolvimento moral e intelectual para esse espírito que já existia antes continuar a progredir.


A família corporal é formada frequentemente por espíritos simpáticos unidos por relacionamentos anteriores, mas pode acontecer de serem completamente estranhos uns aos outros, separados por antipatias igualmente passadas, sendo para esses uma prova conviverem juntos na Terra, uma oportunidade para o acerto.


Os laços da família corporal podem ser apenas momentâneos e não são necessariamente os laços espirituais. De fato, a verdadeira família é a espiritual que se constitui por espíritos afins.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram