DANÇAS CIRCULARES


A dança é a primeira forma de oração da humanidade, uma maneira de expressar diferentes emoções, agradecer e se conectar com o Universo, imitando os animais, as árvores e diversos elementos da natureza. Nesse texto conheça mais sobre a história e a finalidade da dança circular.


ORIGEM:


BERNHARD WOSIEN (1908-1986): Foi um alemão, bailarino clássico, coreógrafo, professor de dança, desenhista e pintor que criou as danças circulares no ano de 1976, na Comunidade de Findhorn – Escócia.


Apresentou e ensinou para os membros dessa comunidade uma coletânea de 12 danças, fruto de suas viagens e pesquisas realizadas nas décadas de 50 e 60 onde encontrou nas danças folclóricas, o que procurava, uma prática corporal mais orgânica para expressar os sentimentos, prazeres e saudar a vida.



DANÇAS CIRCULARES NO BRASIL:


- Sarah Marriot , que morou em Findhorn, fundou o Centro de Vivências Nazaré, na região de Nazaré Paulista em São Paulo e trouxe de 1983 á 1999 as danças circulares para este trabalho de educação holística no Brasil.


- As danças circulares foram divulgadas no país de 1987 a 1999, por vários instrutores autodidatas, baseada nos registros de Anna Barton, como também Carlos Solano Carvalho, um mineiro que também havia residido em Findhorn.


- Em 2005, o Centro de Vivências Nazaré se transformou em Universidade da Luz – UNILUZ formando várias pessoas que coordenam as práticas de Danças Circulares como: Mônica Goberstein, Renata Ramos e William Valle.



DANÇAS CIRCULARES:


- O enfoque não é a técnica e sim o sentimento de união, de grupo, de amor, paz, harmonia e do espírito comunitário que se instala a partir do momento que todos de mãos dadas apoiam e auxiliam uns aos outros.


- Inclui vários ritmos, danças de diversos povos, inúmeras culturas e diferentes tempos, como as danças florais, infantis, orações, celebrações e meditações. Imitando os movimentos da natureza.



DANÇAS FLORAIS:


- A alemã Anastasia Geng, coreografou uma dança para cada um dos 38 Florais, criados pelo Dr. Edward Bach. Ela resgatou passos dos povos europeus da Letônia, Lituânia e Estônia. Cada dança trabalha através do movimento e gesto simbólico as qualidades de cada floral. O Dr. Bach descobriu que as flores carregam energias sutis que harmonizam pensamentos e sentimentos, tais como medo, insegurança, pensamentos negativos recorrentes de baixa autoestima. Percebeu que esta energia poderia, através da ingestão de gotas, tratar as feridas humanas de uma forma leve e delicada.



A DANÇA CIRCULAR TRABALHA:


- Aspectos mentais, emocionais, as relações conosco, com o outro e o entorno, melhora nossa tolerância, atenção, concentração e memória.


- Também melhora a parte física, como equilíbrio e a coordenação, através dos movimentos do nosso corpo.



CURIOSIDADES:


-Dia 17 de julho é considerado o dia Mundial das Danças Circulares.


- Atualmente as Danças Circulares fazem parte de um movimento mundial conhecido como Cultura de Paz. A cada ano a Comuidade de Findhorn recebe representantes de todos os países para esta celebração.



FONTES:

- Danças Circulares Sagradas – Uma proposta de Educação e Cura. Vários Autores, Organizado por Renata Carvalho Lima Ramos

- Dança Sagrada – Deuses, Mitos e Ciclos – Maria-Grabriele Wosien

- Dança – Um Caminho para a totalidade – Bernanrd Wosien

- Danças Circulares – dançando o Caminho do Sagrado – Anna Barton

- Vídeo – Você em Foco – Danças Circulares Sagradas com Estela Gomes

- Material Didático – Capacitação Ampliada em danças Circulares no Semeia Dança– Sexto Módulo “Dançando os Florais de Bach”- Estela Gomes e Estela Guidi

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

©2017 Grupo Beneficente José Nunes Feller.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram