LEIS HUMANAS x LEIS DE DEUS


As leis humanas, também conhecidas como leis civis, são um conjunto de disciplinas e regras que orientam a vida em sociedade.

Desde o início das civilizações, os homens criam e editam leis que vão se modificando ao longo do tempo.

Elas são diferentes entre os países e não há nenhum lugar em que não possam sofrer variações.

Se tomarmos por base as Leis civis de Moises (1526 a.C. a 1406 a.C.), verificamos que elas regulavam o casamento, as heranças, o comércio, entre outros, de forma bem diferente da que observamos hoje.

E assim tem que ser para que possamos evoluir.

Afinal, já pensou se hoje ainda aplicássemos a Lei de Talião[i] que tinha por princípio o “olho por olho, dente por dente”?

Estaríamos “atrasados”, além de estarmos fora das Leis de Deus.

Diferente da lei dos homens, as Leis de Deus correspondem a todas as leis da natureza, são eternas e imutáveis.

Tratatam da conduta moral e das práticas do amor e da caridade ao próximo e se aplicam a todos os seres e em todos os países, sem distinção de raça ou credo.

Não se encontram escritas em nenhum papel ou mídia digital, mas sim na nossa consciência e através de seu aprendizado e aplicação no dia a dia, conseguimos progredir não só nas questões materiais, como principalmente nas questões morais.

A doutrina espírita veio nos esclarecer a respeito dessas leis e podemos encontrar uma riqueza de detalhes lendo o Livro dos Espíritos e conjuntamente o Evangelho Segundo o Espiritismo, sem falar nas demais obras de Kardec e de Chico Xavier.

Aquele que se dedicar a conhecer essas leis, terá uma visão diferenciada do mundo, aceitando os acontecimentos com paciência e resignação.




[i] É a lei, registrada de forma escrita, mais antiga da história da humanidade, encontradas no Código de Hamurábi, em 1780 a.C., no reino da Babilônia.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo